Com foco na educação bilíngue, UFGD forma professores surdos nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, às 9h (horário do MS), a Universidade Federal da Grande Dourados realiza a colação de grau do curso de Licenciatura em Letras – Língua Portuguesa/Língua Brasileira de Sinais (Libras), da Faculdade de Educação a Distância (EaD). A cerimônia pública será virtual e transmitida pelo canal oficial da UFGD no Youtube.
 
Apesar do afastamento que a pandemia impõe no momento, amigos e familiares poderão se reunir em vídeochamada com os 11 formandos, todos surdos, para celebrar a conquista. E a comemoração se transforma também em incentivo a novas etapas que estão por vir, afinal, estes novos profissionais agora têm pela frente um longo caminho de contribuição para tornar realidade a educação bilíngue em nosso país.
 
Daniel Dolores é um desses formandos e está empolgado com a formatura. “Apesar de estar separado de todo mundo nessa ocasião, sem poder dar aquele abraço em todos os professores, estou muito feliz por estar me formando. A etapa de finalização deixa muitas saudades, mas meu sentimento maior hoje é de satisfação, agora inicio uma nova fase da vida”, explica.
 
A graduação oferecida pela UFGD forma profissionais que podem atuar como professores de Libras como primeira língua para surdos ou segunda língua para ouvintes; e como professores de Português como segunda língua para surdos. Devido ao cenário pandêmico, Daniel ainda não sabe o que esperar de seu futuro profissional nos próximos meses, mas está aberto a todas as possibilidades que sua formação agora pode lhe oferecer. “Tenho interesse em trabalhar tanto em universidades quanto em escolas, no modelo inclusivo ou escola bilíngue. Estou otimista e vou continuar lutando para conquista da inclusão”, defende o formando. Para essa entrevista, a professora do curso de Letras-Libras da UFGD, Janete de Melo Nantes, colaborou com a interpretação de Libras para o Português escrito.
 
LICENCIATURA EM LETRAS-LIBRAS
 
O curso de licenciatura em Letras com habilitação em Libras é o primeiro curso institucional da modalidade EaD da UFGD, ou seja, diferentemente de outros cursos que já foram oferecidos na modalidade em parceria com a Universidade Aberta do Brasil – UAB, o Letras-Libras faz parte do rol de cursos institucionais da Universidade.
 
A graduação foi implantada por meio de ações diretas do Ministério da Educação em decorrência do Viver sem Limites – Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, instituído pelo decreto nº 7.612 de 17 de novembro de 2011 e visa à efetivação da educação bilíngue como uma estratégia pedagógica para a garantia do direito à educação das pessoas surdas.
 
O curso é gratuito e institucional de caráter permanente. As aulas são online e os encontros presenciais acontecem de acordo com o calendário acadêmico.
 
RECONHECIMENTO LEGAL
 
A Língua Brasileira de Sinais é reconhecida por lei (Lei Nº 10.436, de 24 de abril de 2002) como meio de comunicação e expressão de comunidades de surdos do Brasil. Em 2005, o Decreto Nº 5.626, de 22 de dezembro, regulamentou a referida Lei e, dentre outras coisas, tornou a Libras disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores para o exercício do magistério, em nível médio e superior, e nos cursos de Fonoaudiologia.


Jornalismo ACS/UFGD

Fonte:https://portal.ufgd.edu.br/noticias/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *