Universidade do Pará terá primeiro curso de Pedagogia Bilíngue EaD do Brasil

Curso formará professores, gestores educacionais e pessoas com surdez aptas a atuar na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental

A Universidade do Estado do Pará (Uepa), em 2017, irá ofertar 30 vagas para a graduação em Pedagogia Licenciatura na perspectiva Bilíngue – Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Língua Portuguesa. O curso de Educação a Distância (EaD), na modalidade semipresencial, é o primeiro no Brasil e partiu de uma parceria com o Ministério da Educação (MEC) por meio do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines/RJ). A Uepa é a única na esfera estadual a ser polo presencial da graduação.

O Manual do Candidato, Provas e Resultados, assim como todas as etapas da seleção estarão em Libras. Os candidatos cegos terão a prova ampliada e auxílio de ledor. A previsão é que o Edital seja divulgado ainda neste primeiro semestre de 2017.

O curso, com duração de quatro anos e meio, formará professores, gestores educacionais e pessoas com surdez aptas a atuar na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental. A coordenadora da graduação, professora Maria Joaquina Nogueira, ressalta a necessidade de formar profissionais preparados a ensinar a primeira língua dos surdos.

Noticia_20170221-1_ImagemA Universidade do Estado do Pará (Uepa), em 2017, irá ofertar 30 vagas para a graduação em Pedagogia Licenciatura na perspectiva Bilíngue – Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Língua Portuguesa. O curso de Educação a Distância (EaD), na modalidade semipresencial, é o primeiro no Brasil e partiu de uma parceria com o Ministério da Educação (MEC) por meio do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines/RJ). A Uepa é a única na esfera estadual a ser polo presencial da graduação.

O Manual do Candidato, Provas e Resultados, assim como todas as etapas da seleção estarão em Libras. Os candidatos cegos terão a prova ampliada e auxílio de ledor. A previsão é que o Edital seja divulgado ainda neste primeiro semestre de 2017.

O curso, com duração de quatro anos e meio, formará professores, gestores educacionais e pessoas com surdez aptas a atuar na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental. A coordenadora da graduação, professora Maria Joaquina Nogueira, ressalta a necessidade de formar profissionais preparados a ensinar a primeira língua dos surdos.

Fonte: http://portalamazonia.com/educacao/universidade-do-para-tera-primeiro-curso-de-pedagogia-bilingue-ead-do-brasilhttp://portalamazonia.com/educacao/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *