Conselho Nacional do Esporte terá representante da comunidade surda

A Confederação Brasileira de Desportos de Surdos passa a fazer parte do quadro de integrantes do colegiado a partir de 24 de agosto

A partir do próximo dia 24, a CBDS passa a contar com uma representante no grupo

a presidente Diana Kyosen. – Foto: Ministério da Cidadania

O Conselho Nacional do Esporte (CNE) recebe, pela primeira vez, uma representante da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) em seu quadro de integrantes. A conquista histórica para o desporto de surdos no Brasil foi publicada no Diário Oficial da União dessa quinta-feira (13). A Portaria nº 451 foi assinada pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

“A CBDS foi criada há 35 anos, e desde 2002 esperamos por esse momento. Estamos em festa”, comemora o vice-presidente da confederação, Ricardo Sapi. “É uma reivindicação antiga. Sempre houve uma grande dificuldade do surdoatleta para acessar as políticas públicas de esporte. Os editais também não contemplavam o desporto de surdos porque não nos encaixamos no paradesporto. O assento no conselho é a uma grande manifestação da democratização do acesso às políticas públicas de esporte. É um passo importante para sermos ouvidos, para reivindicarmos os nossos direitos”

Criado em 2002 como um colegiado de assessoria ao Governo Federal no desenvolvimento de políticas em prol do desporto nacional, o CNE é composto por representantes do Executivo e das principais entidades esportivas do País, como o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a Comissão Desportiva Militar Brasileira (CDMB), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entre outras. A partir do próximo dia 24, a CBDS passa a contar com uma representante no grupo, a presidente Diana Kyosen.

Paradesporto

Na última terça-feira (11), Marcela Parsons foi nomeada como secretária nacional do Paradesporto nacional, assumindo uma nova pasta na Secretaria Especial do Esporte que tem o objetivo de se dedicar à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, por meio de ações com o esporte e a educação. “Aproveito para dar as boas-vindas à nova secretária nacional do Paradesporto, Marcela Parsons. Que o seu trabalho faça a diferença na promoção do esporte para pessoas surdas e para as pessoas com deficiência no nosso País, trazendo mais acessibilidade e representatividade para todos”, afirmou a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

“A nomeação de representante da CBDS é um justo reconhecimento para um segmento tão importante, que agora vai passar a ter voz no Conselho Nacional do Esporte”, destaca Marcela. “Hoje, há mais de 10 milhões de pessoas com deficiência auditiva no Brasil, e o potencial esportivo é gigantesco nesse segmento. Vamos apoiar para que o País tenha um desempenho cada vez melhor. Temos as Surdolimpíadas programadas para o ano que vem, em Caxias do Sul. Espero que isso seja um catalisador da inclusão social dos surdos por meio do esporte. Já é um grande passo a gente ter a Diana nomeada no CNE”, diz a secretária, reforçando a missão que assumiu.

Fonte:https://www.gov.br/pt-br/noticias/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *